Testemunha envolve Quércia e Fleury em acusação

Assim como todo homem de vida pública que atua em função dos interesses do povo, o candidato ao senado Orestes Quércia também enfrentou problemas com aqueles que não concordavam com suas idéias e ações no governo. Foi processado, perseguido e muitas vezes ameaçado por manter um governo popular e justo.

No episódio do Banespa, não foi diferente! Logo depois da privatização do banco, que não aconteceu durante seu governo, o Banco Central vendeu-o ao Santander por 7,5 bilhões, mas pagou apenas 2 bilhões ao Estado. Tentaram acusar Quércia, mas na verdade, não foi ele quem causou este déficit.

Na época, foi instalada uma CPI, que mandou indiciar Gustavo Loyola e todos os diretores do Banco Central por crime do colarinho branco. Quércia saiu inocentado. A CPI provou que responsabilidade pela quebra do banco foi do próprio Banco Central pela transação ilegal feita durante as negociações e não de Quércia, que nada tinha feito e foi absolvido.

 Tudo isso ficou provado embora não tenha saído muito nos jornais. Quando houve a acusação, todo mundo caiu matando acusando o candidato, mas na hora de publicar que o crime foi do Banco Central, a mídia deu pouca importância e mal divulgou o caso.

O próprio Quércia entrou na justiça pedindo a devolução do dinheiro aos cofres públicos, coisa que ele não faria se tivesse culpa no cartório. Na época, muitas especulações foram feitas, mas nada consistente que pudesse ferir a imagem do candidato, que até hoje segue como preferido do eleitorado paulista.

Quércia sempre foi conhecido por sua conduta exemplar e por sua excelente administração no governo, que lhe rendeu uma aprovação popular de mais de 80%. Quando senador criou o seguro desemprego e a lei que obrigava a aplicação do ICMS na construção de casas populares para as pessoas carentes. Depois, quando governador, criou a CDHU, O CEFAM e fez a linha vermelha do metrô, que atende principalmente a periferia de São Paulo, melhorando a vida de muitos paulistas que passaram a ter transporte, casa e educação de qualidade.

Um político assim jamais se mancharia com uma coisa dessas! Não sei por que ainda insistem em bater nesta tecla!

Na Folha:
Os nomes dos ex-governadores paulistas Orestes Quércia e Luiz Antonio Fleury Filho foram citados no ofício enviado pelo governo brasileiro aos EUA como supostos envolvidos no pagamento de propina ao presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Eduardo Bittencourt Carvalho. Quércia e Fleury afirmam que a acusação é absurda e totalmente sem sentido.
“Estamos investigando todas as denúncias envolvendo os fatos e vamos chegar às últimas conseqüências. Existe a possibilidade de eles serem investigados também”, afirmou o procurador-geral de Justiça do Estado de SP, Rodrigo Pinho.Bittencourt foi indicado para a vaga da Assembléia Legislativa no TCE durante a gestão Quércia (1987 a março de 1991).Os ex-governadores foram citados em depoimento gravado pelo promotor Sílvio Marques. A testemunha, que tem o nome mantido em sigilo, é considerada a principal informante no caso.
Ela trabalhou durante anos com o conselheiro.No depoimento, a testemunha afirmou que Quércia e Fleury pagaram para que o conselheiro conseguisse a aprovação de suas contas de governo. Afirmou ainda que, com o suposto dinheiro dado por Quércia, por volta de 1990, Bittencourt comprou uma fazenda na região de Nhecolândia, em Corumbá (MS).
Anúncios
Esse post foi publicado em Não categorizado e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Testemunha envolve Quércia e Fleury em acusação

  1. Daniel Castro disse:

    Muitos políticos foram barrados por causa da famosa Lei Ficha Limpa.
    O Brasil tem pressa de Justiça, e o brasileiro, sendo político ou não, também tem pressa de provar sua inocência definitivamente. Uma justiça morosa não interessa a ninguém.
    Muito dos políticos listados talvez sejam realmente culpados. Mas, não basta ser condenado, há de ser condenado por um processo justo. Enfim, até eles merecem chance de defesa.
    A Justiça é morosa tanto para condenar quanto para absolver. O fato de alguém ser processado não significa que ele é culpado. E esse cuidado foi tomado na Lei da Ficha Limpa que prevê a suspensão da elegibilidade com condenação transitada em julgado.
    Se toda pessoa processada fosse culpada, não haveria a hipótese de absolvição. E nem precisaria de defesa. Bastaria o Ministério Público oferecer denúncia e levar o cidadão para a cadeia.
    Entendo a angústia do brasileiro em querer ver esses políticos corruptos longe das urnas. Isso também me angustia. Mas, como advogado e cidadão é meu papel analisar os dois lados da moeda.
    Veja o caso do Quércia, por exemplo. Essa história do Banespa é antiga. Acusam-no, até hoje, de ter quebrado o referido Banco.
    O Banespa foi privatizado na onda de privatizações. Acusam o Quércia de ter roubado bilhões de reais, sendo essa a suposta causa da quebra do Banespa. No decorrer das investigação, descobriu-se que a “quebra” se deu pelo fato do Banco Central não ter pago o valor contratado na época da privatização. E isso se deu na época em que o Quércia nem era mais governador de São Paulo.
    Ele foi absolvido, na época, pela CPI. Mas alguém pode pensar: “O Quércia pode ter manipulado a CPI já q tal procedimento é feito por políticos.” Foi o que todo mundo pensou. Mas ele foi absolvido judicialmente, também, pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. No TJSP, o buraco é mais embaixo. Quem o absolveu foi um colegiado de desembargadores imparciais.
    O processo poderia parar aí, mas o Ministério Público recorreu ao STJ. Quercia, absolvido, continua respondendo o processo na Justiça. Vcs têm pressa de Justiça e o Quercia tb.
    Entendam, não que eu queria defender o Quércia a todo custo. Só estou explicando que é essencial condenação com trânsito em jugado para tornar inelegível algum candidato, evitando-se, como no caso do Quercia, tornar inelegível alguém q já foi absolvido pela Justiça.

    Vejam esse post no blog que explica melhor esse caso do Banespa: https://mentiratempernacurta.wordpress.com/2010/08/09/testemunha-envolve-quercia-e-fleury-em-acusacao/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s